Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A-24

Viva o investimento externo

por A-24, em 18.10.12

Já que o governo português não sabe promover os nossos destinos, bem hajam estes ingleses

James Massey, director de marketing da Monarch, adiantou que a campanha, subsidiada pela Associação de Promoção da Madeira e pela ANAM, empresa concessionária dos aeroportos da Região Autónoma, será toda ela feita através de meios de grande divulgação e exposição pública na zona de Londres e dos West  Midlands de onde partem os cinco voos semanais da companhia para a Madeira.
A campanha de promoção inclui anúncios em grandes jornais, como os diários “Independent”, “Guardian”, “Daily Telegraph”, “Metro”, “Daily Mail”, “Daily Express” e “Daily Mirror”, e semanários, privilegiando ainda as plataformas online, nomeadamente os formatos para os Smartphones. Além dos meios escritos, a publicidade dos destinos de Sol da Monarch para este Inverno, em que se incluem a Madeira, Tenerife e Fuerteventura (Canárias) e Larnaca (Chipre), estará visível nas áreas de recolha de bagagem no Aeroporto de Gatwick, em Londres, e será colocado um painel interactivo, em 3D, na zona de Convent Garden (zona visitada diariamente por 7,5 milhões de pessoas), spots em rádios e um anúncio no boletim meteorológico do Channel 5, patrocinando um sketch humorístico, que os responsáveis da Monarch estimam seja visto diariamente por cinco milhões de pessoas.
“A campanha está desenhada para todas as classe sociais, já que a oferta hoteleira da Madeira é de grande qualidade em todos os segmentos, especialmente para os britânicos que pretendem fugir ao tédio dos dias sem sol e sem pessoas nas ruas”, disse James Massey durante uma conferência de imprensa em que esteve também presente a secretária regional da Cultura, Transportes e Turismo, Conceição Estudante.

O “preço da cura para o tédio” – a campanha apresenta-se como forma de remédio – é um bilhete de avião para a Madeira, que está disponível desde cerca de 120 euros, ida e volta, assinalou James Massey.

A Monarch tem feito nesta semana a apresentação dos seus voos às entidades regionais relacionadas com a hotelaria e as agências de viagens madeirenses.
Actualmente, no que respeita às ligações aéreas regulares do Reino Unido, a Madeira é servida pela TAP, com um voo diário de Londres, e pela Easyjet que tem cinco voos semanais, também da capital britânica.
A companhia low cost já teve dez voos, mas a verdade é que nos últimos meses tem vindo a descer dramaticamente a oferta e a aumentar os preços. 
Porque existe uma assinalável comunidade de madeirenses na Inglaterra, a Monarch manifestou interesse em criar pacotes especiais para esse tipo de tráfego regional, numa iniciativa que foi bem acolhida pelas autoridades regionais madeirenses.
Os voos da Monarch para o Funchal, três voos por semana de Londres-Gatwick e dois por semana de Brimingham são realizados em aviões A320 e estão à venda na internet (www.monarch.co.uk) e através das agências de viagens.
PressTur

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.