Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A-24

Utilizar o Facebook provoca tristeza

por A-24, em 24.08.13

Expresso

Se é daqueles que sente algum desconforto quando está a trabalhar e vê os seus amigos a partilharem fotos de praia e festa no Facebook, pode ficar descansado. Não é só inveja. É mesmo científico.

Um estudo conduzido por especialistas da Universidade de Michigan encontrou uma relação entre a utilização do Facebook e o aumento da tristeza. De acordo com este trabalho, quantas mais vezes uma pessoa utiliza o Facebook, maior é a probabilidade de ficar deprimida com a sua vida. 
Para avaliar os sentimentos dos utilizadores da maior rede social do mundo, os investigadores mandaram cinco mensagens por dia a um grupo de voluntários durante duas semanas. Cada uma incluía um link para um inquérito online onde podiam dizer quantas vezes é que iam ao Facebook e marcar numa escala os seus níveis de preocupação e solidão bem como a satisfação geral com a sua vida.

Menos auto-estima
"Mais de mil milhões de pessoas pertencem ao Facebook e mais de metade ligam-se todos os dias", afirmou à "CNN" o principal responsável pelo estudo, Ethan Kross. "Aparentemente, o Facebook oferece recursos muito úteis para suprir as necessidades humanas mais básicas de ligação social. Contudo, ao invés de aumentar o bem-estar, os resultados do nosso estudo levam-nos a concluir que interagir no facebook pode ter o efeito contrário". 
A explicação mais plausível para este fenómeno prende-se com a influência que a comparação com a vida de outras pessoas pode ter na nossa auto-estima. Deparamo-nos com a felicidade 'digital' dos outros quando se está insatisfeito com algo, pode ter efeitos perniciosos na auto-estima e provocar sentimentos de inferioridade. 
Por outro lado, o estudo revela que contactos cara-a-cara tendem a aumentar os níveis de felicidade e bem-estar.