Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A-24

Somália é o país do mundo em maior risco de atentados terroristas

por A-24, em 16.11.10
A Somália suplantou o Iraque, o Afeganistão, o Paquistão e a Colômbia e tornou-se a capital mundial do terror, indica o Índice de Risco de Terrorismo (TRI) elaborado pela empresa britânica Maplecroft.
Para além da Somália, o Paquistão, o Iraque, o Afeganistão e os territórios palestinianos ocupados são agora os que se encontram em maior risco de sofrer ataques terroristas, disse aquele grupo que estuda os riscos políticos, económicos, sociais e ambientais que podem afectar as oportunidades de negócio, especialmente nos mercados emergentes.
Depois surgem a Colômbia, a Tailândia, as Filipinas, o Iémen e a Rússia, todos estes países de risco extremo, tal como Israel, que aparece no lugar 14. A Grécia está no 24 e a Espanha no 27, sendo estes dois últimos os países da União Europeia considerados mais atreitos a ataques terroristas.
Os dados coligidos referem-se ao período de Junho de 2009 a Junho de 2010, tendo concluído que a maior ameaça para a Somália é constituída pelo grupo islamista Al Shabaab, que tem reivindicado diversos atentados bombistas cometidos por suicidas, incluindo um que matou 11 soldados do Burundi integrados num contingente da União Africana.
Portugal é tido como um país de baixo risco de ataques terroristas, tal como o Canadá, o Brasil, a Irlanda, os escandinavos, a Bélgica, a Alemanha e a Itália. Os Estados Unidos, a França e o Reino Unido aparecem na classe de risco médio. Para além da Grécia e da Espanha, também a Turquia e a Nigéria aparecem nos de risco elevado. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.