Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A-24

Povo ucraniano X Elite russa

por A-24, em 21.02.14

A Ucrânia possui grande importância geopolítica, pois além de estar localizada na Europa Oriental fazendo fronteira com a Rússia, possui também as terras mais férteis do mundo. Por isso sempre foi prioritário aos russos manter esse país sob os seus domínios, seja por controlos culturais, económicos ou militares, como foi na época da União Soviética (1922-1991), a qual implantou por lá um regime socialista que confiscou terras e a produção alimentar dos ucranianos, gerando milhões de mortes. Os expurgos entre 1929 e 1938 resultaram na eliminação da elite cultural, económica e opositores do regime de Moscovo. Esse processo de "russificação" proibiu até mesmo o uso da língua ucraniana.


Após o fim da URSS, uma elite de origem russa que pertencia aos quadros do governo socialista emergiu na Ucrânia. E eles conseguiram manter os seus domínios políticos e económicos.

Não é de se admirar que décadas de ressentimentos, guerras, mortes e coerção estatal entre esses povos de origem eslava, vez por outra, causem protestos violentos como os que vem acontecendo agora.

A Ucrânia explode em chamas. Assistimos ao vivo na TV como os manifestantes estão dispostos a morrer em vez de aceitar serem fantoches do presidente russo Vladmir Putin. Milhares de manifestantes estão nas ruas, desde Novembro, quando o presidente Viktor Yanukovych reverteu a decisão de assinar um acordo comercial com a União Europeia e, em vez disso, voltou-se à Rússia. A agitação se intensificou depois que uma lei anti-protesto entrou em vigor. Multidões de manifestantes foram às ruas para protestar contra essa lei.

Portanto é esse um resumo deste que pode ser o início de uma guerra civil na Ucrânia: enquanto os governantes querem manter os seus privilégios e laços econôóicos e culturais com a Rússia, os manifestantes querem abrir-se à União Europeia. É mais um grito pela liberdade. Grito semelhante ao que vem acontecendo na Venezuela. 2014 promete!

in Foco Liberal