Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A-24

Nota sobre os atentados na Noruega

por A-24, em 29.07.11
Reproduzo abaixo algumas observações pertinentes feitas no blog Mente Conservadora:

Não estudei a fundo o assunto, mas sites esquerdistas estão dando conta que Anders Behring Breivik é um "cristão fundamentalista", um "extremista de direita", que comentava em sítios anti-jihadistas e foi membro do Partido do Progresso até 2006.
No entanto, com toda a sinceridade, acho que tais informações não são muito verídicas e há uma tentativa de associar Breivik ao que chamam de "fundamentalistas cristãos", "extremistas de direita" e "anti-muçulmanos". 

Behring Breivik era cristão
A mídia dá conta que, em seu perfil no Facebook, ele lista sua religião como sendo "cristão". Ora, o fato de ele se declarar cristão não quer dizer que ele seja praticante, seguidor da Bíblia. No Brasil, a maioria dos cristãos, principalmente católicos, vão à igreja no máximo uma ou duas vezes por ano e não leem a Bíblia com frequência. Na Noruega, onde o cristianismo é muito menos atuante, tal fenômeno deve ser maior. Então, dizer que ele era um cristão devoto é uma precipitação enorme. Ademais, ele cita sua preferência política como "conservador".

Conexões de Behring com o neo-nazismo
Reportagem do Sydney Morning Herald também cita que ele é membro de um fórum de internet neo-nazista chamado Nordisk. Qualquer um que possui conhecimentos pelo menos superficiais sobre o assunto sabe que cristianismo e conservadorismo são muito diferentes do nazismo. O governo de Hitler não foi cristão, usou unicamente a igreja luterana apenas como ponto de coesão e identidade nacional, sendo que seu governo se caracterizou pelo paganismo. Hitler deturpou completamente a Bíblia, retratando um Jesus "palestino" que lutava contra os judeus, um Jesus "ariano". Qualquer leigo sabe que Jesus era judeu e veio primeiramente para os seus, para o povo de Israel, tanto que Jesus foi morto como o "rei dos judeus". Hitler criticava muito o cristianismo pelo fato de esta fé ser direcionada aos aflitos, desesperados, doentes, enfim, as pessoas mais necessitadas, e queria, se vencesse a Segunda Guerra, substituir o culto da igreja luterana por uma nova religião, pagã, que exaltasse a raça ariana e os fortes.
Também o nazismo está muito distante do conservadorismo, uma vez que este prega pequena intervenção do Estado na economia, ao passo que aquele prega a planificação da economia. O nazismo está muito mais próximo ao socialismo do que ao conservadorismo. Vale notar que em ambos os regimes houve repressão, censura, partido único, campos de concentração, assassinatos em massa etc.

Behring Breivik, segundo sua página no Facebook, era interessado em caça e jogos de videogame como World of Warcraft e Modern Warfare 2.

Behring Breivik era anti-muçulmano
Ainda que Behring Breivik seja anti-muçulmano, foi isso que motivou os ataques? Penso que não. Se fosse, o ataque seria feito a uma mesquita, a uma organização de caridade muçulmana ou em um bairro de muçulmanos. Assim, se ele era anti-muçulmano, por que atacou prédios do governo, que praticamente não possuem muçulmanos?

Behring Breivik era do Partido do Progresso
Behring Breivik era, até 2006, do Partido do Progresso, partido chamado de "extrema-direita" pela mídia, partido que segue a mesma linha do PVV (Holanda), FPÖ (Áustria) e UDC (Suíça). No entanto, em um debate na internet, no site www.document.no, Breivik expressou sua frustação com o partido, dizendo que, em sua tentativa desesperada de satisfazer expectativas multiculturais e as "ideias suicidas do humanismo, eles atiraram o bebê para fora da banheira". Logo, ele não se identificava mais com as ideias do Partido do Progresso. Não se trata de defender o partido, mas creio sinceramente que este não é um partido racista. Suas principais bandeiras são a redução de impostos, redução da imigração e retirada da Noruega da União Europeia. São as bandeiras de um partido conservador comum. 
Portanto, não creio ser Behring Breivik um cristão, conservador, pois o verdadeiro cristão não usa a violência, quanto mais uma violência barata, que matou dezenas de inocentes.
Este blogue condena tais atos de Behring Breivik, condena todo tipo de violência. Este blogue não incita a violência contra nenhum grupo. Há, sim, uma posição de que a imigração de muçulmanos é prejudicial aos países ocidentais, uma vez que eles possuem culturas diferentes e possuem aspirações imperialistas. Este blogue noticia perseguições contra cristãos que, coincidência ou não, são, em sua grande parte, promovida por muçulmanos. Mais de 70% das perseguições contra cristãos no mundo todo vêm de países muçulmanos. É meu dever, como cristão praticante, noticiar pelo menos alguns desses fatos, pois todos ou a maioria é tarefa impossível. Este também é um blogue conservador, na medida em que defende o Estado Mínimo, a redução de impostos, a manutenção da identidade e fronteiras nacionais, a manutenção dos valores cristãos, imprescindíveis para o desenvolvimento e estabilidade da sociedade e, não menos, democrático, defende a diversidade de ideias e o diálogo aberto. Rejeita-se também os termos "extrema-direita", "fundamentalista cristão", "radical", pois se tratam de ideias simples, aceitas por parte considerável da população, mas que a mídia e as elites insistem em ignorar e zombar.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.