Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A-24

Irão executou "espião da Mossad" pelo assassínio de físico nuclear iraniano

por A-24, em 16.05.12
“Majid Jamali Fashi, espião da Mossad [serviços secretos israelitas] e responsável pelo assassinato do nosso cientista nuclear Massoud Ali Mohammadi, foi enforcado na manhã desta terça-feira na prisão de Evine, em Teerão”, informa a agência oficial Irna, citando um comunicado das autoridades iranianas.

Majid Jamali Fashi foi considerado o principal responsável pelo atentado com uma moto armadilhada que provocou a morte ao físico nuclear conhecido internacionalmente. Foi condenado à morte em Agosto de 2011 pelo Tribunal Revolucionário de Teerão. Segundo a acusação, Fashi agiu instigado pela Mossad, que lhe teria pago 120 mil dólares (mais de 93 mil euros).
Numa “confissão” transmitida pela televisão, Fashi afirmara ter recebido em Israel uma “formação” para preparar o assassinato de Mohammadi – um professor da Universidade de Teerão que trabalhava também para as Forças Armadas iranianas.
A actividade nuclear iraniana causa preocupação na comunidade internacional por causa da sua suposta dimensão militar: o Irão nega a acusação, mas há sanções aplicadas e seis resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre o assunto.
Após o homicídio de Mohammadi, três outros físicos nucleares foram mortos em atentados à bomba levados a cabo na capital iraniana. O Irão acusou Israel e os Estados Unidos de prepararem os ataques.
Público