Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A-24

Faleceu o pintor do retrato da esquina do Apolo no Funchal

por A-24, em 31.01.13

N.P. Uma notícia que só interessa a quem conhece
aquela cidade e algumas das suas personagens marcantes.


Faleceu ontem Joaquim da Luz, artista plástico que pintava com base em retratos, na esquina do Apolo, no Funchal, Madeira.


Chegou à Madeira em 1987 e fez da esquina entre o Café Apolo e a Avenida Arriaga o seu "atelier ao ar livre". Ganhava a vida retratando pessoas, mas após mais de duas décadas anos a pintar nesta esquina do Funchal, tornou-se ele também parte do retrato de uma cidade cosmopolita.
Dizia que "a rua era a maior galeria do Mundo". E foi ali que fez centenas e centenas de amigos.


No Facebook há já gente a lembrar Joaquim da Luz. É o caso do desenhador madeirense, neste caso de BD, Roberto Macedo Alves, que escreve: "A sua obra continuará a inspirar-nos. Esperemos que façam algo emblemático nessa esquina para recordar este Artista que era monumento vivo e referência na cidade".

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.