Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A-24

Espanholices

por A-24, em 05.09.13
O pequeno mas estratégico território de Gibraltar foi conquistado aos mouros em 1462 pelo duque de Medina e Sidónia, passando a integrar os domínios de Henrique IV de Castela. Em 1704, durante a guerra de sucessão de Espanha, ingleses e holandeses, em luta pelo partido do candidato Habsburgo ocuparam militarmente o "rochedo". O conflito resolveu-se na paz de Utrecht em 1713: Filipe V de Bourbon ficava definitivamente no trono de Espanha, e este reino, por sua vez, cedia as possessões dos países baixos à Áustria e a ilha de Menorca e o território de Gibraltar à Inglaterra.
Portanto, durante a "época cristã", Gibraltar esteve os primeiros 242 anos na posse de Castela/Espanha e pertenceu à Inglaterra nos últimos 309. De facto e de jure.
Só os habituais "cristovãos de moura", "migueis vasconcelos" e outros imbecis do mesmo género podem, também neste caso, aceitar o "direito divino" de Madrid dominar tudo e todos na península ibérica.
A dimensão do território de Gibraltar pode ser pequena mas a ganância dos espanhóis é a mesma de sempre e que Portugal deve obviamente continuar a fazer questão de contrariar.

fonte



Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.