Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A-24

Entretanto na Argentina

por A-24, em 06.02.13

A Argentina anunciou um congelamento de preços nos próximos dois meses em produtos dos supermercados para tentar combater a inflação que se prevê que chegue a 30% este ano.
Custa-me a crer que quem chegue ao governo de um país perceba tão pouco de economia. Um congelamento de preços onde a inflação ronda os 30% resultará necessariamente em rupturas de stock (os produtores e comerciantes não terão interesse em vender a um preço onde têm sistematicamente prejuízos) e no aparecimento de um mercado negro (onde o preço será necessariamente maior).
Eu diria porquê ficar apenas pelo congelamento de preços? Porque não decretar uma redução de preços?
João Cortez

Acerca desta notícia: FMI censura Argentina por causa das suas estatísticas

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.