Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A-24

Casamento Real

por A-24, em 02.05.11
O mundo parou para assistir àquele que está a ser apontado como o casamento do século. Segundo a estimativa de vários jornais britânicos como o Guardian ou o The Independent, as ruas de Londres foram invadidas por um milhão de pessoas na esperança de ver os noivos e um número recorde de espectadores seguiram o evento em directo pela Internet e pela televisão.
Quer ladeando as ruas por onde passaria o cortejo, onde algumas pessoas já guardavam o seu lugar há dias, quer diante dos ecrãs gigantes montados em Hyde Park e Trafalgar Square, mas um pouco por todo o lado, os ingleses viveram um momento histórico ao lado da monarquia.
A primeira surpresa foi a simplicidade do vestido de cauda curta (recordemos o vestido da Princesa Diana com uma cauda de mais de sete metros e meio de comprimento) que deixava Kate próxima da irmã e madrinha de casamento, Philippa Middleton. 
O vestido da noiva, um dos temas mais discutidos desde o anúncio formal do noivado, não era o guarda-roupa de um conto de fadas, mas um encontro feliz entre a modernidade da Casa McQueen e a sobriedade que se esperaria de alguém sem ascendência nobre.
Simbolicamente, o vestido foi uma homenagem ao trabalho artesanal britânico com aplicações de renda feitas à mão pelos alunos da Royal School of Needlework. 
O Príncipe William chegou à Abadia de Westminster no seu uniforme de gala da Guarda Irlandesa cerca de meia hora antes da cerimónia para cumprimentar os convidados e as muitas pessoas que aguardavam junto de Westminster. Entre os convidados, David e Victoria Beckham, não sendo da realeza foram das presenças mais aclamadas à entrada da abadia, assim como Sir Elton John. 
O ducado de Cambridge foi hoje atribuído a William e Kate pela rainha Isabel. Antes da atribuição do título, Kate, que não tinha qualquer título prévio e que (ainda) não foi reconhecida como princesa pela rainha, pode ser nomeada como princesa William de Gales, na tradição britânica de referir a esposa pelo nome do marido. Assim, sua alteza real, a Princesa William de Gales, não significa que ela seja princesa, mas sim que é casada com o príncipe William. O título oficial de Kate é duquesa de Cambridge.
Depois de uma cerimónia curta com 1900 convidados entre famílias reais, amigos dos noivos, políticos e outros membros da administração britânica, os recém-casados saíram com o título de Duques de Cambridge para enfrentar uma multidão expectante.
Através da Internet, o entusiasmo não era menor. Quer no Youtube, onde o evento foi transmitido em directo no canal oficial da Família Real Britânica, pela primeira vez na história da monarquia inglesa, ou no site da BBC onde o número de pessoas a acompanhar a transmissão online foi tão grande que por várias vezes originou problemas técnicos, o alcance do casamento foi mundial.
A procissão de carruagens, encabeçada pela State Landau, de 1902, que transportava William e Kate foi recebida nas ruas de Londres com alguns raios de sol e muita imaginação das pessoas que aguardavam pela oportunidade de ver o casal trajados com coroas de plástico, cabeleiras a evocar a antiga nobreza ou óculos com as cores da bandeira do Reino Unido.
O momento alto de todo o evento teria lugar já no Palácio de Buckingham, onde o beijo estava marcado para as 13h25 na mesma varanda onde 30 anos antes os pais de William o tinham representado. Ao aparecer por detrás das cortinas, os lábios de Kate desenharam o som do “Uau!” perante a vista privilegiada da multidão que os esperava. O beijo aconteceu minutos depois e foi seguido por outro que já não estava programado.
Ainda na esperança de um terceiro beijo, a multidão diante do Palácio de Buckingham não percebeu de imediato que não havia nada mais para ver. Mas um convite formal que dizia “não há mais aparições previstas para a varanda do palácio” e convidada a população a abandonar o local, deixou claro que o espectáculo tinha acabado.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.