Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A-24

Barcelona, o dono do mundo

por A-24, em 19.12.11
Equipa catalã venceu o Mundial de Clubes ao bater na final o impotente Santos, com uma goleada por 4-0. Messi ofuscou Neymar.
Havia o Santos e Neymar, o melhor jogador brasileiro da actualidade. Mas o que Yokohama mostrou ao mundo foi mais do mesmo: Barcelona e Messi. O clube catalão voltou a vencer – à semelhança de 2009 – e o jogador argentino voltou a ser o melhor e a marcar (apontou dois golos).
A goleada, desenhada na primeira parte com três golos (Messi, Xavi e Fàbregas), foi aprimorada com o melhor que Guardiola sabe: posse de bola (acabou com 71 por cento) e uma chuva de golos sobre o Santos (16-8 em remates para a formação espanhola), campeão brasileiro da Taça dos Libertadores.
O vencedor da Liga dos Campeões impôs-se ao detentor da mais importante prova da América do Sul.
Com esta vitória sobre os campeões sul-americanos, o Barcelona juntou o Mundial de Clubes às conquistas da Liga dos Campeões, Supertaça europeia e Liga espanhola, na última temporada.
Antes, o Al Sadd conquistou o terceiro lugar na competição ao bater o Kashiwa Reysol, por 5-3, no desempate através de grandes penalidades.
Neymar, no final, estava rendido ao futebol do adversário.
“Hoje, aqui, aprendemos a jogar futebol, levámos uma lição. O Barcelona ensinou como se joga futebol. Não importa mais o que foi feito, mas sim chegar aqui deopis de muitas batalhas e sermos a segunda melhor equipa do mundo. Guardiola disse que perdeu muito para começar a ganahr, espero que isto nos aconteça também”, analisou.
Já Puyol, capitão do Barça, era o rosto da felicidade.
“Fizemos um jogo muito bom. Pareceu que facil mas não foi, houve muita intensidade e um ritmo muito alto. Controlámos o jogo de início ao fim. Dedicamos a vitoria a Villa que não pôde estar aqui”.

Santos 0
Barcelona 4

Jogo disputado no Jogo no Estádio Nissan, em Yokohama (Japão)
Assistência: 68.166 espectadores

Santos
Rafael Cabral, Danilo (Elano, 31), Edu Dracena, Bruno Rodrigo, Durval, Henrique, Arouca, Leo, Ganso, Neymar e Borges.
(Suplentes: Aranha, Elano, Bruno Aguiar, Carvalho, Vinicius, Anderson, Ibson, Alan Kardec, Renteria, Pará e Diogo)

Barcelona
Valdes, Dani Alves, Pique (Mascherano), Puyol, Abidal, Busquets, Xavi, Thiago, Iniesta, Fabregas e Messi.
(Pinto, Alexis, Mascherano, Keita, Pedro, Jonathan, Maxwell, Adriano, Fontas e Cuenca).

Árbitro: Ravshan Irmatov (Uzbequistão).
Amarelos: Piqué (38), Mascherano (70), Ganso (72) e Edu Drácena (73)

Golos:
0-1, Messi, 17 minutos.
0-2, Xavi, 24.
0-3, Fabregas, 45.
0-4, Messi, 82.


Historial do Mundial de Clubes, competição que sucedeu à Taça Intercontinental

Taça Intercontinental:

1960 - Real Madrid (Esp).
1961 - Peñarol (Uru).
1962 - Santos (Bra).
1963 - Santos (Bra).
1964 - Inter Milão (Ita).
1965 - Inter Milan (Ita).
1966 - Peñarol (Uru).
1967 - Racing Club (Arg).
1968 - Estudiantes (Arg).
1969 - AC Milan (Ita).
1970 - Feyenoord (Hol).
1971 - Nacional (Uru).
1972 - Ajax (Hol).
1973 - Independiente (Arg).
1974 - Atletico Madrid (Esp).
1975 – não se disputou.
1976 - Bayern Munique (Ale).
1977 - Boca Juniors (Arg).
1978 – não se disputou.
1979 - Olimpia (Par).
1980 - Nacional (Uru).
1981 - Flamengo (Bra).
1982 - Peñarol (Uru).
1983 - Grêmio Porto Alegre (Bra).
1984 - Independiente (Arg).
1985 - Juventus (Ita).
1986 - River Plate (Arg).
1987 - FC PORTO (POR).
1988 - Nacional (Uru).
1989 - AC Milan (Ita).
1990 - AC Milan (Ita).
1991 – Estrela Vermelha (Ser).
1992 - Sao Paulo (Bra).
1993 - Sao Paulo (Bra).
1994 - Velez Sarsfield (Arg).
1995 - Ajax (Hol).
1996 - Juventus (Ita).
1997 - Borussia Dortmund (Ale).
1998 - Real Madrid (Esp).
1999 - Manchester United (Ing).
2000 - Boca Juniors (Arg).
2001 - Bayern Munique (Ale).
2002 - Real Madrid (Esp).
2003 - Boca Juniors (Arg).
2004 - FC PORTO (POR).

Mundial de Clubes:

2000 - Corinthians (Bra).
2005 - São Paulo (Bra).
2006 – Internacional Porto Alegre (Bra).
2007 - AC Milan (Ita).
2008 - Manchester United (Ing).
2009 – FC Barcelona (Esp).
2010 - Inter Milan (Ita).
2011 - FC Barcelona (Esp).

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.