Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A-24

Ainda os eventos de Oslo

por A-24, em 24.07.11
Apesar de ainda ser cedo para conclusõe definitivas, a pista dos atentados parece conduzir para a responsabilidade de um norueguês de extrema-direita. Os média multiculturalistas e os esquerdistas do costume, não perderam tempo em relacionar este indivíduo com os movimentos e blogues anti-jihadistas, como o Gates of Vienna e o Atlas Shrugs, entre outros. Para os silenciar, obviamente, pois é o único argumento que os esquerdistas que controlam as sociedades ocidentais, possuem.
Contudo, não se faz a pergunta mágica: Como é que se chegou até aqui? A resposta nem sequer é complexa. Chegámos aqui porque o esquerdismo vigente, em todos os estratos de poder e do controle da sociedade, para aqui nos dirigiu. Não é impunemente que os comunas e os liberais de esquerda, vendam os povos e suas culturas ancestrais ao islamismo. Não é impunemente que se retiram aos povos toda a capacidade de decisão no que toca ao seu futuro. Não é impunemente que marginalizam os povos europeus fazendo-os vergar, sem direito a critica, às políticas de imigração suicidárias. Os partidos responsáveis pela engenharia social destinada a subverter as culturas e tradições dos povos europeus, mais cedo ou mais tarde vão ter que responder.
Esta situação em Oslo, é mais um episódio da guerra civil que ocorre ainda em surdina na Europa. Não pensem os comunas e esquerdistas, os juízes corruptos e académicos idealista e estúpidos, que podem vender e destruir os povos e a Europa sem consequências. No futuro próximo, mais esquerdistas serão abatidos, mais serão fuzilados e muitos mais atentados enviarão a morte aos inocentes. A Eurábia existe, e como qualquer zona árabe, a violência e o caos dominam. O projecto europeu (do qual a Noruega não faz parte) aproxima-se a passos largos de um pesadelo. Ao contrário da utopia com que os escuteiros eurocratas e europeistas sonham, a Europa aproxima-se de uma hora bem negra.
E isto ainda não é nada. Os responsáveis morais da construção da Eurábia e da desconstrução da Europa, são todos aqueles que conduziram os povos europeus, a este beco sem saída, aos sentimentos de insegurança, do medo e sobretudo da impotência.
Experimentem, meus senhores, fazer refendos a nível europeu sobre a presença de milhões de muçulmanos na Europa. Experimentem fazer referendos sérios sobre se os povos querem a União Europeia. E logo verão...e logo veremos...todo o mundo verá que estamos a ser vítimas de uma engenharia social imposta de cima, como se vivessemos na Roménia de 
Ceaucescu.

in "Neuromante"

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.